sexta-feira, 18 de maio de 2012

TEMPO DE ROSAS

Editora Positivo, 2012, 80 páginas.
A partir do 8º ano.

Luciano tem 17 anos, mora com o avô e um irmão menor, e há algum tempo vem assumindo uma série de responsabilidades. Enquanto parece sentir todo o peso do mundo sobre os seus ombros, Luciano observa o avô apenas preocupado com seu roseiral, observa o irmão apenas preocupado em brincar. Não bastasse tudo isso, seu namoro com a Talita não vai nada bem…
“Luciano fechava os olhos e tudo se misturava numa coisa só, num emaranhado escuro, em fios embolados sem qualquer ponta aparente. Onde estariam as pontas desses fios? Batia a sensação de paredes se encontrando no meio do cômodo e o esmagando. Trucidando-o. Transformando-o num prensado de gente.”



Leia o prefácio do livro escrito pelo professor, crítico literário e escritor Paulo Venturelli:

"Este livro não trata das costumeiras aventuras escritas para jovens. Trata da vida, do cruzamento de vidas. Trata de perdas, decepções e conflitos. Luciano é um adolescente que de uma hora para outra se vê responsável pelo irmão menor e pelo avô. Estuda, trabalha, namora, mas em todas as esferas a tensão é muito grande e o garoto se percebe enredado numa série de problemas que o desgastam. Num contraponto de leveza, Wellinton, o irmão menor, leva a vida na base da brincadeira e da graça. Há amor entre eles, como há entraves duros de ultrapassar. Um texto maduro, escrito com sensibilidade, de estética cuidadosa e reflexiva. A autora cria uma narrativa que desliza pelo cotidiano preso a angústias e incertezas. Em tom introspectivo, o enredo convence porque trata de personagens que são pessoas como nós – no questionamento sobre a felicidade, o amor, os desajustes familiares, a falta, a saudade, a incerteza… E também a decisão de mudar.
Tânia Martinelli maneja com muita habilidade os elementos de sua novela, fazendo desabrochar um tempo de rosas diante de nossos olhos, que aprendem, como os de Luciano, a enxergar outra direção: a vida não se resumo ao que passa dentro de nossa mente."

Leia um trecho do 1º capítulo aqui.

Um comentário:

Sônia Barros disse...

Esse livro é maravilhoso, Tânia! Merece muita divulgação, muito sucesso. Que alcance muuuuuuuuitos corações.
Grande abraço e o meu carinho!